Projeto paraibano de horta orgânica ganha prêmio da ANA

O projeto paraibano “Horta orgânica com economia de água” ganhou o prêmio ANA 2017 da Agência Nacional das Águas. As plantações são feitas em comunidades rurais dos municípios de Teixeira, Cacimbas, Maturéia, Imaculada e São José do Bonfim, no semiárido da Paraíba, com agricultores de base familiar.
Consiste na produção de alimentos saudáveis usando irrigação por gotejamento diretamente nas raízes das plantas, com a construção de canteiros impermeabilizados. Inicialmente, foi feita uma experiência de observação técnica com dois tipos de hortaliças: a alface e o coentro, com resultados que indicam que a experiência dos canteiros com economia de água é uma alternativa de produção para os pequenos agricultores do semiárido nordestino. Além de proporcionar o uso racional de água, recurso limitado nessa região, contribui para a prática da segurança alimentar e para o desenvolvimento socioeconômico local sustentável.
OBJETIVO • Promover o fortalecimento da agricultura familiar, a partir do empoderamento organizativo dos agricultores e agricultoras e do desenvolvimento de práticas de cultivo adaptadas às mudanças climáticas; apoiar processos de experimentação e observação, visando implementar inovações que gerem economia e padronização do uso de água (como o gotejamento diretamente nas raízes das plantas); e incentivar o resgate de práticas de mutirões.
RESULTADOS • Resgate do cultivo de hortaliças no entorno das residências, promovendo a segurança alimentar e a geração de renda a partir da venda do excedente da produção, bem como a capacitação dos agricultores para o uso sustentável dos recursos naturais.
Um comentário